] Jornal Correio Popular
Ji-Paraná(RO), 25/05/2022 - 12:16
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


ELEIÇÕES 2022
Eleitor tem até 4 de maio para fazer regularização de título

Data da notícia: 2022-04-29 17:59:08
Foto: Assessoria/Divulgação
O aplicativo está disponível para download gratuito em celulares e tablets de qualquer plataforma

Eleitoras e eleitores devem estar atentos ao prazo final para emitir, transferir ou regularizar o título de eleitor, que termina no próximo dia 4 de maio.

Essa também é a data limite para que pessoas transexuais ou travestis solicitem o uso do nome social no documento.

Isso porque, após o dia 4 de maio, ocorrerá o fechamento do cadastro eleitoral e não serão permitidas mais mudanças para as Eleições 2022.

Todos esses serviços podem ser feitos on-line pelo sistema Título Net, disponível no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Com a facilidade da tecnologia e do meio digital, já é possível regularizar o título de eleitor por intermédio do aplicativo e-Título. Ele está disponível para download gratuito em celulares e tablets de qualquer plataforma. A ferramenta substitui o título de eleitor em papel e permite que o usuário resolva suas pendências junto à Justiça Eleitoral sem precisar sair de casa.

Para estar apto a votar nas Eleições de 2022, os cidadãos têm o prazo até 4 de maio para regularizar o título e o aplicativo é uma forma muito mais fácil de realizar esse procedimento. Através do e-Título o eleitor pode baixar a via digital do seu título com todas as informações armazenadas de forma segura além de ter acesso a sua situação cadastral, a obtenção das certidões de quitação eleitoral e de crimes eleitorais.

Caso o eleitor já tenha feito o recadastramento biométrico (com as impressões digitais) junto à Justiça Eleitoral, o perfil no e-Título virá acompanhado de uma foto do eleitor, facilitando, assim, a identificação na hora do voto. Caso ainda não tenha feito, não aparecerá a imagem, sendo necessário levar outro documento oficial com foto para se apresentar ao mesário no dia das eleições.

Quem não votou e nem justificou a ausência por três eleições consecutivas teve o título eleitoral cancelado. Mas é possível reverter essa situação e se manter em dia com a Justiça Eleitoral indo até um cartório eleitoral com seus documentos e comprovante de residência.

Para a estudante Sofia Crosfeit, a participação da juventude nas eleições é essencial para o futuro: “são eles o reflexo do que vem sendo discutido na atualidade, das novas reflexões e quebra de convenções antes estipuladas. São os jovens que terão de pensar no futuro daqui para frente e quais as melhores escolhas a se tomar’’.


Fonte: TSE


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.