] Jornal Correio Popular
Ji-Paraná(RO), 25/05/2022 - 12:08
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


INCLUSÃO
Contraceptivos injetáveis são acrescentados à lista do SUS

Data da notícia: 2022-04-28 18:21:12
Foto: Assessoria/Divulgação
As áreas técnicas têm prazo máximo de 180 dias para efetivar a oferta dos contraceptivos às mulheres

O Ministério da Saúde incluiu contraceptivos injetáveis de aplicação mensal na lista de medicamentos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A portaria foi publicada nesta quinta-feira (28), no Diário Oficial da União.

O documento prevê a disponibilidade de contraceptivos de acetato de medroxiprogesterona e o cipionato de estradiol, o algestona acetofenida e o enantato de estradiol.

Este medicamento é indicado para prevenir a gravidez, sendo um contraceptivo (anticoncepcional) injetável à base de hormônios para uso em dose única mensal. O algestona acetofenida + enantato de estradiol pode também ser indicado para o controle de irregularidades menstruais e como tratamento para problemas hormonais de falta de estrógeno ou progesterona.

A incorporação dos contraceptivos foi uma recomendação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec). Ele é um órgão colegiado de caráter permanente, integrante da estrutura regimental do Ministério da Saúde, tem por objetivo assessorar a pasta nas atribuições relativas à incorporação, exclusão ou alteração pelo SUS de tecnologias em saúde, bem como na constituição ou alteração de protocolos clínicos.

Segundo portaria, as áreas técnicas terão um prazo máximo de 180 dias para efetivar a oferta dos contraceptivos às mulheres que procurarem o SUS.

O SUS disponibiliza diversos métodos contraceptivos. Entre eles, o diafragma e os preservativos, feminino e masculino. Além das opções hormonais, há também o chamado DIU de cobre, dispositivo intrauterino.

Os métodos contraceptivos ou anticoncepcionais são todos os recursos utilizados por homens e mulheres para evitar a gravidez. São cerca de 20 tipos, que podem ser simples, gratuitos, temporários ou permanentes, de eficácia variada e que também podem ser usados para prevenir doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

O melhor método anticoncepcional é o que cada mulher escolhe com base nas suas características, necessidades, seus projetos de vida, parceiro, de acordo ao seu planejamento reprodutivo e considerando as características dos métodos e os critérios médicos de elegibilidade para seu uso.

Cada método tem suas próprias características: modo de uso, eficácia, efeitos colaterais, duração, visitas de seguimento ao/à profissional médico/a, que cada adolescente deve considerar para fazer a sua escolha.


Fonte: Agência Brasil


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.