FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa noite! Domingo, 09 / 12 / 2018
COMEMORAÇÃO
Município de Ji-Paraná faz 41 anos de criação

Data da notícia: 2018-10-10 18:19:24
Foto: Lourant Pessoa
A Lei Federal nº 6448 criou também os municípios de Ariquemes, Cacoal, Pimenta Bueno e Vilhena
No dia 11 de outubro de 1977, o presidente do Brasil, Ernesto Geisel sancionou a Lei Federal nº 6448 que criou o município de Ji-Paraná com área desmembrada de Porto Velho. Pela mesma lei, também foram criados, no Território Federal de Rondônia, as cidades de Ariquemes, Cacoal, Pimenta Bueno e Vilhena, que tinham a categoria de distritos.
Chegava ao fim, um movimento de emancipação instituído a partir dos anos de 1970, que pregava a transformação do Distrito de Rondônia (por muitos chamado de Vila de Rondônia) em município. Na época da assinatura da lei, o Território de Rondônia contava com apenas duas cidades: Porto Velho (capital) e Guajará-Mirim.
Eram requisitos para criação dos municípios que os distritos tivessem população superior a 10 mil habitantes, eleitorado não inferior a 10% da população, centro urbano com mais de 500 residências e receita tributária anual que não fosse inferior à menor quota do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) no exercício anterior entre todas as cidades brasileiras, entre outros.
Cumpridas as condições básicas, o governador do Território de Rondônia, Humberto da Silva Guedes (1975-1979), encaminhou o pedido ao ministro do Interior, Maurício Rangel Reis, que o submeteu ao presidente Ernesto Geisel, a quem coube determinar a consulta plebiscitária para adotar as regras da lei complementar.
A sugestão para o nome do novo município é atribuída ao ex-prefeito nomeado e ex-deputado federal, Assis Canuto, que sugeriu ao governador Humberto da Silva Guedes que fosse feita uma homenagem ao rio que corta cidade: o Ji-Paraná. Com os anos, ouve a sobreposição do nome Machado ao de Ji-Paraná para o mesmo rio.
Após a criação de Ji-Paraná, teve início o processo de nomeação de prefeitos pelo governo territorial. Em 17 de novembro, foi nomeado Walter Bártolo, que já ocupava o cargo de administrador distrital. O ex-vereador Nunoi Itsumi administrou o município a partir de 17 de abril de 1978.
Assis Canuto assumiu em 4 de maio de 1979 e o médico Manuel Lopes Lamego iniciou o mandato em 15 de maio de 1982 e encerrou a série de prefeitos nomeados em 31 de janeiro de 1983, com a posse do primeiro prefeito eleito Roberto Jotão Geraldo e o vice Valdemar Camata, junto com quinze vereadores.

1ª Eleição

Mesmo estabelecido na Lei 6448 que os municípios só seriam instalados com posse de prefeitos e vereadores, a primeira eleição municipal ocorreu apenas em 1982, embora estivesse prevista para 1980. Levando-se em conta a mesma lei, o município de Ji-Paraná foi oficialmente instalado no dia 1º de fevereiro de 1983 com a instalação da primeira Câmara Municipal.
Nesta data, houve a escolha dos membros da mesa diretora provisória que, por aclamação, também foi eleita para presidir o biênio 1983/1984. A cerimônia de posse foi realizada na quadra do ginásio de esportes Gerivaldo José de Souza, o Gerivaldão. O vereador João Alberto Garcia foi o primeiro presidente da Câmara Municipal de Ji-Paraná.
Desde 1982, foram realizadas nove eleições na cidade. José de Abreu Bianco foi o político que administrou Ji-Paraná por mais tempo (1989/1992), (2005/2008) e (2009/2012), seguido por Jesualdo Pires (2013/2016) e (2017/2018), que renunciou ao mandato em abril de 2018. Assumiu o vice Marcito Pinto.
O empresário Acir Gurgacz, eleito em 2000, renunciou ao cargo foi 4 de abril de 2002. No lugar dele, tomou posse o vice Leonirto Rodrigues. O mandato de Roberto Jotao Geraldo e dos primeiros quinze vereadores foi de 1883 a 1988. Foram seis anos nos cargos em função de os mandatos terem sido prorrogados por mais dois anos.
O feriado de 22 de novembro em comemoração ao aniversário da cidade foi instituído pela Lei Municipal 93 de 26 de junho de 1986 pelo prefeito Roberto Jotão Geraldo. Não há registros de cerimoniais de instalação nesta data. Walter Bartolo que ocupava o cargo de administrador distrital permaneceu no cargo de prefeito após a criação do município até 16 de abril de 1978.


Fonte: Jairo Ardull


Compartilhe com seus amigos:
     




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.