FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa tarde! Terça-feira, 24 / 04 / 2018
TECNOLOGIA
Profissionais da educação recebem formação para App

Data da notícia: 2018-03-20 10:46:14
Foto: Assessoria/Divulgação
Com acesso à internet, qualquer equipamento pode ser utilizado para trabalhos escolares
Nesta quinta-feira (15), 50 formadores selecionados pela Gerência de Formação, da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), participarão do curso Google Apps for Educacion, que disponibiliza diversas ferramentas educacionais com alternativas para estudos e projetos por meio da integração das tecnologias digitais.
Segundo a gerente de Formação, Ana Paula Souza Maia, a ideia é oferecer aos profissionais, responsáveis por repassar a informação para os professores e gestores com os quais trabalham nas escolas, a capacitação de utilização dos aplicativos do Google como ferramentas pedagógicas. “Eles vão levar esse conhecimento para as escolas, como multiplicadores, tanto na capital quanto no interior. Como já observamos no contexto nacional, os aplicativos estão sendo utilizados em outros estados, de uma forma muito prática e usual, e agora Rondônia também se inclui nesse processo”.

Credenciamento

O serviço foi contratado pela Seduc, por licitação. Uma empresa de Brasília (DF) foi credenciada pelo Google para a formação. No Brasil, há 15 empresas que oferecem o serviço. Na prática, a formação levará ao professor o conhecimento para que os Apps sejam utilizados diretamente na sala de aula, o que, consequentemente, beneficia os estudantes da rede pública estadual com a inclusão digital.
“Temos programas que já dispõe dos equipamentos nas mãos dos alunos, e outros onde a turma utiliza o laboratório de informática da escola para que o professor possa trabalhar essas ferramentas com os alunos”, afirmou a gerente, Ana Paula. A coordenadora do Núcleo de Tecnologia Proinfro, Edilene Teixeira, acrescentou que, “independente do equipamento que o aluno utilizar, como são ferramentas em nuvem, eles podem fazer de qualquer espaço, com qualquer dispositivo que dê acesso à internet, fazendo a atividade, trabalho ou projeto por etapas e com muito mais qualidade”, revelou.
Na primeira fase de formação presencial, os profissionais recebem a capacitação com 8 horas de duração, e posteriormente terão a continuidade da formação à distância, com 52 horas, compondo 60 horas de estudo no prazo de quatro meses, possibilitando a inserção de todos os professores, com e-mail institucional, pelo domínio do Google.
Participam formadores dos 11 Núcleos de Tecnologia Educacional, de Porto Velho, Ariquemes, Cacoal, Cerejeiras, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Ouro Preto do Oeste, Pimenta Bueno, Rolim de Moura, São Francisco, e Vilhena, e da Gerência de Formação e Capacitação Técnica e Pedagógica, do Centro de Mídias, do Programa Aluno Digital e da Coordenadoria de Tecnologia da Informação e da Comunicação.


Fonte: Assessoria



www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.